Conversas que geram questões, inquietações, compartilhar

Por que a mulher tem que perdoar?
Por que a mulher tem que olhar com compaixão?
Por que a mulher tem que carregar o fardo do parceiro?
Por que a mulher tem que se guardar?
Por que a mulher tem que sempre ser a vítima da violência verbal, corporal, psicológica?
Por que sempre a mulher tem tanta dificuldade em seguir?
Por que a mulher tem que aceitar os defeitos do parceiro?

Por que a mulher não pode ter raiva?
Por que a mulher não pode se olhar primeiro com compaixão?
Por que a mulher não pode carregar só sua bandeira?
Por que a mulher não pode se mostrar?
Por que a mulher não pode ser livre de violência?
Por que a mulher não consegue seguir?
Por que a mulher não pode aceitar seus próprios defeitos?

Mas o que Deus uniu, não separe o homem.
Como, se é o próprio homem que separa,
se ele mesmo que machuca,
se ele mesmo que impõe,
se ele que faz com que seus próprios erros
sejam seus, meus e não dele mesmo?
Como seguir tão machucada verbalmente,
sentimentalmente, no corpo, na mente? Como?

Mas, você precisa entender que ele é carne como você.
Você precisa olhar como seu irmão em Cristo.
Você precisa salvar seu casamento.
Você precisa…
Não posso salvá-lo.
Meu amor não vai libertá-lo
do machismo, do ser opressor.
Meu amor não vai impedir que ele me traia,
que ele me machuque.

Só quem salva é Jesus
Deus -homem
que ensinou a amar sem olhar o gênero.
a cuidar, proteger, caminhar junto.
Se me amas, amas-me devagarinho
com respeito, com dignidade,
de verdade.
Já basta de dor todo o caminho.
Já basta de tanto julgo desigual.
Mulher tem direito de estar ao lado,
mulher tem direito de viver uma relação sadia
mulher tem direito de dizer não quero mais.
mulher não só deve ter deveres e dores.
“Mesmo que de vez em quando ele me faça um agradozinho.”

Marília Teles Cavalcante