Jeoseba – uma mulher corajosa e ousada

0 Flares 0 Flares ×

Quem é Jeoseba?

Nesse Estudo Bíblico indutivo vamos estudar sobre Jeoseba, filha de Jorão (ou Jeorão), meia-irmã de Acazias e casada com o sacerdote Joiada. Ela salvou a vida de Joás seu sobrinho e o escondeu por 6 anos no templo quando Atalia procurou eliminar toda a descendência real, incluindo seu próprio neto nesse caso, para que ela reinasse sem oposição.

Jeoseba era uma mulher profundamente temente a Deus e compreendia as questões políticas que estavam ocorrendo na sua terra natal, principalmente porque várias disputas pelo domínio do trono de Israel estavam gerando terríveis conflitos naquele momento. Mesmo sabendo dos riscos que corria, ela foi muito corajosa ao arriscar sua própria vida para fazer o que era certo perante Deus e salvou a vida de Joás,  o futuro rei que garantiu que a descendência de Davi fosse mantida até Jesus, conforme fora profetizado.

Mesmo sendo mencionada somente nesse texto das Escrituras, Jeoseba foi uma mulher muito sábia, pois escondeu o pequeno Joás, filho mais novo do seu irmão, no templo até que ele pudesse assumir o reinado que lhe pertencia por direito. Quando o tempo de Deus chegou, Joás tornou-se rei de Judá e reinou por quarenta anos. Ele foi um rei bom que andou nos caminhos do Senhor e em seu reinado fez o povo se comprometer de verdade com Deus (2Cr 23:16); combateu a idolatria (23:17); restabeleceu o culto ao Senhor (23:18) e restaurou o templo (24:4).

Texto base: 2 Reis 11:1 – 21

1 Vendo, pois, Atalia, mãe de Acazias, que seu filho era morto, levantou-se, e destruiu toda a descendência real. 2 Mas Jeoseba, filha do rei Jorão, irmã de Acazias, tomou a Joás, filho de Acazias, furtando-o dentre os filhos do rei, aos quais matavam, e o pôs, a ele e à sua ama na recâmara, e o escondeu de Atalia, e assim não o mataram. 3 E esteve com ela escondido na casa do Senhor seis anos; e Atalia reinava sobre o país.

4 No sétimo ano enviou Joiada, e tomou os centuriões, com os capitães, e com os da guarda, e os colocou consigo na casa do Senhor; e fez com eles uma aliança e ajuramentou-os na casa do Senhor; e mostrou-lhes o filho do rei. 5 E deu-lhes ordem, dizendo: Isto é o que haveis de fazer: Uma terça parte de vós, que entrais no sábado, fará a guarda da casa do rei.
6 E outra terça parte estará à porta de Sur; e a outra terça parte à porta detrás dos da guarda; assim fareis a guarda desta casa, afastando a todos. 7 E as duas partes de vós, a saber, todos os que saem no sábado, farão a guarda da casa do Senhor junto ao rei. 8 E rodeareis o rei, cada um com as suas armas na mão, e aquele que entrar entre as fileiras o matarão; e vós estareis com o rei quando sair e quando entrar.
9 Fizeram, pois, os centuriões conforme tudo quanto ordenara o sacerdote Joiada, tomando cada um os seus homens, tanto os que entravam no sábado como os que saíam no sábado; e foram ao sacerdote Joiada. 10 E o sacerdote deu aos centuriões as lanças e os escudos que haviam sido do rei Davi, que estavam na casa do Senhor. 11 E os da guarda se puseram, cada um com as armas na mão, desde o lado direito da casa até ao lado esquerdo da casa, do lado do altar, e do lado da casa, em redor do rei.
12 Então Joiada fez sair o filho do rei, e lhe pôs a coroa, e lhe deu o testemunho; e o fizeram rei, e o ungiram, e bateram as palmas, e disseram: Viva o rei! 13 E Atalia, ouvindo a voz dos da guarda e do povo, foi ter com o povo, na casa do Senhor. 14 E olhou, e eis que o rei estava junto à coluna, conforme o costume, e os príncipes e os trombeteiros junto ao rei, e todo o povo da terra estava alegre e tocava as trombetas; então Atalia rasgou as suas vestes, e clamou: Traição! Traição!
15 Porém o sacerdote Joiada deu ordem aos centuriões que comandavam as tropas, dizendo-lhes: Tirai-a para fora das fileiras, e a quem a seguir matai-o à espada. Porque o sacerdote disse: Não a matem na casa do Senhor. 16 E lançaram mão dela; e ela foi, pelo caminho da entrada dos cavalos, à casa do rei, e ali a mataram. 17 E Joiada fez uma aliança entre o Senhor e o rei e o povo, para que fosse o povo do Senhor; como também entre o rei e o povo.
18 Então todo o povo da terra entrou na casa de Baal, e a derrubaram, como também os seus altares, e as suas imagens, totalmente quebraram, e a Matã, sacerdote de Baal, mataram diante dos altares; então o sacerdote pôs oficiais sobre a casa do Senhor.
19 E tomou os centuriões, e os capitães, e os da guarda, e todo o povo da terra; e conduziram da casa do Senhor, o rei, e foram, pelo caminho da porta dos da guarda, à casa do rei, e ele se assentou no trono dos reis. 20 E todo o povo da terra se alegrou, e a cidade repousou, depois que mataram a Atalia, à espada, junto à casa do rei. 21 Era Joás da idade de sete anos quando o fizeram rei.


Jeoseba está perto de nós

Pra guiar nosso estudo, vamos considerar a vida de Jeoseba em contraste com Atalia. Você percebe diferenças entre essas duas mulheres? Elas tinham um convívio muito próximo e nos deixaram lições bem diferentes, você não acha? Enquanto Atalia perseguia a realização dos seus desejos a qualquer preço, sendo cruel, planejando o mal e até mesmo assassinando pessoas, Jeoseba demonstrou coragem, enfrentando ameaças de morte e lutando pela vida e pelo que era certo, a fim de que o plano de Deus se completasse.

Quando Jeoseba decide esconder o menino Joás no templo com seu marido, mesmo sem saber, ela  preservou a linhagem ancestral da qual Cristo nasceria (Joás era o único vivo da descendência de Judá). Ela analisou as circunstâncias políticas e percebeu que para o bem do seu povo ela deveria agir com sagacidade, cuidando do futuro rei e esperando pacientemente até que se cumprisse a promessa. Joás, a criança protegida por ela que se tornou o rei, foi muito bem educado por Jeoseba e Joiada. Ele conheceu a lei de Deus e por isso foi muito diferente dos reis anteriores, tendo entrado pra história como o rei que teve uma vida que agradou a Deus e conduziu o povo a uma maior proximidade com Ele.

 

Compreendendo a história

O que posso aprender com Jeoseba?

1. Você tem se dedicado a cuidar de quem Deus ama assim como fez Jeoseba? Você tem lembrado de apresentar a Deus em oração as pessoas ou problemas que constantemente estão em seu coração? Saiba que essa atitude espiritual muda situações aparentemente impossíveis, pois através de você Deus pode transformar os acontecimentos das vidas dessas pessoas ou até mesmo a mais desfavorável das situações. Não desanime! Não importa quanto tempo leve, os planos de Deus nunca dão errado.  

2. Como cristãs, como reagir quando nos deparamos com pessoas que agem de maneira maldosa? Será que devemos retribuir da mesma maneira? Será correto omitir o que pensamos? As Escrituras nos ensinam que mesmo quando olhamos ao nosso redor e vemos o mal prevalecer, ainda assim devemos fazer o bem com os recursos que temos ao nosso alcance. Sabemos que é impossível mudar todas as coisas, mas se pudermos apenas tomar uma ação positiva, devemos fazê-lo pois isso glorifica a Deus, ou seja, mostra a beleza do Evangelho e a graça amorosa de Jesus.

3. O que devemos fazer para sermos sábias como Jeoseba? Em muitos momentos não sabemos quais serão os frutos das sementes que plantamos hoje, mas devemos sempre pedir a Deus que nos ajude a fazer escolhas certas com as oportunidades que estão diante de nós. Agir como Jeoseba faz com que ajudemos a expandir o Reino de Deus, pois aumentamos a rede de afeto e alcançamos o coração das pessoas que a Providência divina tem colocado no nosso caminho para serem abençoadas pelo Espírito Santo que habita em nós. Reflita no que você poderia fazer para abrir o coração das pessoas ao seu redor para o amor de Deus.

4. Agir como Atalia de maneira manipuladora, desejando controlar coisas e pessoas, nos relacionando de maneira descartável e interesseira, não glorifica a Deus. Não é verdade que ficamos com o coração dilacerado quando lidamos com pessoas que só se preocupam com as outras quando elas são úteis? É por isso que Jesus nos ensina a ter responsabilidade emocional com quem nos envolvemos (João 13:1), sejam estes familiares ou amigos. Por outro lado, atitudes como as de Jeoseba fazem com que melhoremos a qualidade das nossas relações com os que convivem conosco e dessa forma demonstramos o amor que temos recebido da parte de Deus (João 13:35). Amar dessa forma significa cuidar de forma generosa, abrir-se para o outro, correr riscos, doar-se, acreditar e esperar em Deus.

5. A frase do filósofo inglês, Edmund Burke, pode nos inspirar nessa reflexão final. Ele diz: “Para que o mal triunfe, basta que os bons fiquem de braços cruzados.” Será que nós como mulheres cristãs percebemos a importância de ajudar e proteger a quem se mostra vulnerável? Será que sabemos amar incondicionalmente a todos, pois todos somos imagem e semelhança de Deus? Fazer o bem não apenas conta como um bom testemunho cristão, mas também nos ajuda a viver melhor.


Priscilla Reis Ribeiro é teóloga, licenciada em música pela Unirio e mestre em Teologia Histórica pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Atua como professora de música e História do Cristianismo.


O conteúdo e as opiniões expressas neste texto são de inteira responsabilidade de sua autora e não representa a posição de todas as organizadoras e colaboradoras do Projeto Redomas. O objetivo é criar um espaço de construção e diálogo.


Revisado por:  Larissa Liz

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×