Lídia  – uma mulher de generosidade e fé   

0 Flares 0 Flares ×

Quem é Lídia?

Neste Estudo Bíblico indutivo vamos refletir sobre Lídia, a primeira mulher que conhecemos pelo nome a se converter na Europa através do ministério de Paulo. Apesar dela ser mencionada em um pequeno trecho do livro de Atos, sabemos que ela foi muito importante na igreja primitiva e ainda serve de exemplo pra nós hoje.

Lídia morava em Filipos, principal cidade da Macedônia, mas era da cidade de Tiatira, que ficava na região da Lídia (por isso alguns estudiosos acham que o nome dela é uma referência ao lugar onde nasceu). Era uma mulher muito bem sucedida, comerciante de tecidos tingidos de cor púrpura, algo muito fino para a época e, por isso, um artigo de luxo muito caro.

Essa mulher notável não apenas converteu-se ao Senhor quando ouviu a pregação de Paulo, mas transformou sua casa em lugar de acolhimento e influenciou pessoas próximas a ela. Não sabemos se era casada, mas provavelmente tinha parentes e funcionários envolvidos na sua tinturaria e no seu comércio e essas pessoas se aproximaram de Cristo pelo seu testemunho.

 

Texto base: Atos 16: 11-15

 

“11 Nós embarcamos em Trôade e fomos diretamente para a ilha de Samotrácia. No dia seguinte chegamos ao porto de Neápolis. 12 Dali fomos a Filipos, que é uma cidade do primeiro distrito da província da Macedônia e também colônia romana, onde ficamos vários dias.

13 No sábado saímos da cidade e fomos para a beira do rio, pois pensávamos que ali devia haver um lugar de oração para os judeus. Sentamos e começamos a conversar com as mulheres que estavam reunidas lá. 14 Uma daquelas mulheres que estavam nos ouvindo era Lídia, uma vendedora de púrpura, da cidade de Tiatira. Ela adorava a Deus, e o Senhor abriu a mente dela para que compreendesse o que Paulo dizia. 15 Ela e as pessoas da sua casa foram batizadas. Depois Lídia nos convidou, dizendo:

— Venham ficar na minha casa, se é que vocês acham que, de fato, eu creio no Senhor.

Assim ela nos convenceu a ficar na casa dela.”

 

Lídia está perto de nós – para reflexão

Embora muitas pessoas afirmem que Paulo não tinha um entendimento apropriado sobre o papel das mulheres na comunidade cristã, percebemos em alguns textos bíblicos que Paulo deu abertura para o trabalho feminino e teve muitas colaboradoras e até diaconisas: em Éfeso, Priscila (1 Coríntios 16:19) e Lídia (Atos 16:13-15); em Roma, Maria (Romanos 16:5); em Laodicea, Ninfa (Colossenses 4:15).

Acerca de Lídia, é fato que sua generosidade material lhe possibilitou abrir sua casa para receber com hospitalidade os missionários e isso foi fundamental no trabalho Paulo. Ela o acolheu e também aceitou o batismo juntamente com seu círculo de familiares e amigos. Isso nos mostra que Lídia além de ser uma mulher hospitaleira também demonstrou ter autoridade espiritual, pois seu testemunho foi marcante a ponto de trazer outros a Cristo.

Apesar de sua história na Bíblia ser contada em poucas palavras (encontramos somente em Atos dos Apóstolos),  Lídia foi uma das primeiras pessoas (se não a primeira) europeia convertida no ministério de Paulo e sua casa se tornou o lugar de encontro da primeira comunidade cristã em Filipos. É nela também que Paulo e Silas vão buscar abrigo e se reunir com os irmãos já convertidos ao Evangelho de Jesus Cristo depois que saem da prisão conforme Atos 16: 40.

Você sabia que o ministério feminino de Lídia na comunidade de Filipos deixou uma marca profunda na história do cristianismo? A partir dos textos de Fp 1:5 e 4:10 o que chama atenção nessa igreja? Podemos relacionar essas informações com o exemplo deixado por Lídia?

Uma outra questão interessante é que Lídia era uma mulher rica que colocou os seus bens materiais (casa), seu tempo e seus afetos a serviço da igreja de Cristo e isso ficou como um excelente exemplo para as outras gerações de cristãos naquela cidade.  E não apenas isso, seu testemunho foi tão eficaz que trouxe muitos outros a o conhecimento do Evangelho. Você tem vivido o Evangelho de Jesus no seu ambiente de trabalho? Tem dado testemunho do amor de Deus no seu dia-a-dia? Nossas atividades no mercado de trabalho podem e devem ser um veículo da graça de Cristo aos que estão ao nosso redor.

Assim como Lídia, será que temos disponibilizado nossos recursos materiais e emocionais para o crescimento do Reino? Vamos pedir ao Senhor que nos transforme em pessoas que entendem que caminhar com Cristo significa também colocar à disposição da nossa comunidade o que temos e o que somos pois tudo vem de Deus.

 

Compreendendo a história

Observando a vida de Lídia, em que aspectos você se parece com ela?

 

  1. Lídia estava num lugar de oração quando ouviu a pregação de Paulo. Assim como ela, você compreendeu que precisa de Jesus?
  2. Você tem caminhado ao lado de Cristo na sua vida diária?  Será que você tem cultivado sua comunhão com Deus por meio da oração e do estudo das Escrituras?  
  3. Assim como Lídia, você está comunicando a outras pessoas o que Jesus é pra você de maneira sincera? Está influenciando a outros positivamente com o seu exemplo de vida por meio do seu comportamento, da sua fala e das suas atitudes, principalmente em relação aos que não conhecem a Cristo?
  4. Você é hospitaleira, ou seja, tem acolhido pessoas que estão precisando de sua hospitalidade de maneira generosa dentro das suas possibilidades?
  5. Assim como Lídia, você tem oferecido não apenas a sua casa para os que precisam, mas também tem doado o seu tempo e aberto o seu coração para acolher quem necessita? Lembre-se que generosidade não significa apenas colaborar financeiramente, significa antes de tudo estar disponível para ouvir e caminhar junto de quem precisa de apoio.

Priscilla dos Reis Ribeiro


O conteúdo e as opiniões expressas neste texto são de inteira responsabilidade de sua autora e não representa a posição de todas as organizadoras e colaboradoras do Projeto Redomas. O objetivo é criar um espaço de construção e diálogo.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×